Ma vie en rose

De frente, de lado, de costas. En France.


sábado, outubro 23, 2004

Sobre este atual momento

Sobre este atual momento, tudo o que tenho a dizer é que estou extremamente atucanada com a monografia e incontrolavelmente apaixonada.
E bem, como ninguém mais neste mundo tem interesse em ler a minha mono, com exceção da minha orientadora, deixo aqui um textinho do Galeano que define, por completo, meus sentimentos.
E aproveito para sugerir a todos que se apaixonem e que amem muito. Deixem seus coraçõezinhos dispararem, as mãos suarem, sintam aquele friozinho na barriga e preencham-se com este sentimento.
Como toda boa pisciana, não acredito que haja nada melhor que isso.

O diagnóstico e a terapeuta

O amor é uma das doenças mais fodidas e contagiosas. Os doentes, qualquer um os reconhece. Fundas olheiras nos entregam que jamais dormimos, acordados noite atrás de noite pelos abraços, ou pela ausência dos abraços, e padecemos febres devastadoras e sentimos uma irresistível necessidade de dizer estupidezes.
O amor se pode provocar, deixando cair um punhadinho de pó de querer, sem querer, no café ou na sopa ou na bebida. Pode-se provocar, mas não se pode impedir. Não o impede a água bendita, nem o impede o pó da hóstia, nem mesmo o dente de alho serve para nada.
O amor é surdo ao verbo divino e ao conjuro das bruxas. Não há decreto de governo que possa com ele, nem poção capaz de evitá-lo, ainda que as curandeiras preguem, nos mercados, mandingas infalíveis com garantia e tudo.

2 Comments:

  • At 3:12 AM, Blogger Luis Floriano "nando" Azevedo said…

    que bom seria se todos amassem a todos como deveriam, creio que estamos neste mundo pra sermos dignos de amar e sermos amados, uma vez me perguntaram se amei, respondi que amo a todo instante, amo o dia a vida a noite os sorrisos de crianças, os amigos os colegas, as pessoas, um simples cão sarnento na rua,a rua o cinza da cidade, este deveria ser o segredo da vida, amar, ser amado nem que seja por um dia, uma hora, a vida é passageira e o amor o condutor... (Danny felicidades)

     
  • At 3:12 PM, Blogger Dany Franco said…

    O Nando é um canceriano típico... vive assim, inspirado... :)

     

Postar um comentário

<< Home