Ma vie en rose

De frente, de lado, de costas. En France.


terça-feira, junho 21, 2005

Olheiras

Nessas duas últimas semanas tenho aprendido muito sobre mim mesma. E, definitivamente, só faço bem o que eu gosto de fazer. Pior, não sei fingir quando algo me desagrada, me magoa ou me cansa.
Quinta-feira passada me olhei no espelho e olheiras profundas se cavavam no meu rosto. Mais profundas do que as da época em que minhas energias se esgotavam pelas 12, 13 horas seguidas de trabalho ordinário na redação do jornal O Sul. Ou mais profundas do que quando as idéias sobre minha tese não me deixavam dormir, e eu varava madrugadas. Essas também são olheiras bem mais graves que as que eu cultivei com os meus últimos dois meses de desemprego, findos há uma semana.
Tenho andado longe, dispersa, em uma distração dolorida e um tanto consciente porque sei o motivo de todos estes fenômenos pessoais. É que só faço bem se quero se gosto e quando quero e quando gosto. Esforço, para mim, está diretamente relacionado a desgosto – exatamente como agora. Mas, no momento, não tenho como escapar desta situação.

3 Comments:

  • At 8:44 AM, Blogger OgrO said…

    Danny!!! Cheguei a uma conclusão: você precisa escrever mais!
    Eu chego no trabalho e sempre quero ler algo inteligente, engraçado, gostoso para aquele momento matutino tão irritantemente cedo. E seus textos invariavelmente me animam. Só que você não escreve todo dia. Então tem vários dias em que eu não tenho o que ler. Já tentei de tudo, mas não tem jeito:

    VOCÊ PRECISA ESCREVER MAIS.

    Você tem o dom, menina, e o sucesso vêm! Tenho toda a certeza do mundo de que ainda vou comprar um livro seu, na mesma Saraiva que não te deixou comprar o cd do coldplay.

    Beijões do seu amigo de sampa!!

    PS: você ainda gosta de Wallflowers?

     
  • At 5:53 PM, Blogger Dany Franco said…

    Rô, os teus elogios é que me animam. Se eu escrever todos os dias tu prometes deixar também todos os dias comentários como esses? hehehehe... A verdade é que tenho muita vontade atualizar o blog mais frequentemente, mas esta pobre jovem está sem internet em casa. Pobre mesmo, porque não tenho dinheiro para comprar um modem novo, muito menos para extinguir minha internet discada... snifs! :(

     
  • At 2:04 PM, Anonymous bibs said…

    não que eu tenha tido conversas muito longas contigo. mas tenho a impressão de que tu escreve da mesma maneira que fala. imagino bem direitinho tu falando o teu texto. kiss

     

Postar um comentário

<< Home