Ma vie en rose

De frente, de lado, de costas. En France.


quarta-feira, outubro 18, 2006

Poema comentário

 

Eis o contradito ato perverso:
Ao clamar pelo frio, fez calor
escrevendo do desapego, amou;
um amor a si mesma (que adoro),
na intensidade que é recordar
e poder controlar todo o êxtase
que corrói.
Não querer sentir, penso eu,
é fugir; o egoísmo cogitado,
na solidão arraigado, é vão!
Quero então demonstrar em verso
que idealizar é algo que dói,
mas que vale a pena em cada ocasião
pois, ainda que cauteloso,
o amor constrói

(Kallil El Kadri)

......................................................

E era uma vez um comentário que virou post: um dos melhores (posts e comentários) em pouco mais de dois anos de Sweetness. Posted by Picasa

4 Comments:

  • At 11:45 PM, Anonymous Anônimo said…

    concordo que encontrar tal comentário no meu blog seria, no minimo, reconfortante...

     
  • At 8:46 AM, Blogger Dany Franco said…

    é verdade, Isadora, reconfortante, doce, meigo, surpreendente...

     
  • At 2:34 PM, Blogger OgrO said…

    Baaah! Muito bom! Queria um comment desse tbém! rsrs

    Belo poema!

     
  • At 9:18 PM, Anonymous Anônimo said…

    meu amigo!

     

Postar um comentário

<< Home