Ma vie en rose

De frente, de lado, de costas. En France.


sexta-feira, novembro 07, 2008

Como não ir para Amsterdam

Querem não viajar para Amsterdam? Fácil! Primeiro tomem todas as providências de viagem, comprem passagem, reservem hotel, façam planos, organizem sua estadia, se planejem para eventos, atrações culturais, lugares bonitos, festas... Mas antes de ir, passem pela Prefeitura de Grenoble!

A três dias do départ, precisava saber se teria algum problema viajar com o récépissé (o documento temporário que atesta que eu estou no aguardo da minha carta de permanência) perto de vencer. Depois de uma hora esperando em uma fila de estrangeiros depressivos, a pessoa que me atendeu garantiu que eu poderia viajar tranqüila, mas como o papel perderia a validade uma semana depois da minha volta, seria bom fazer a renovação antes. Segundo ela, um procedimento simples: voltar no dia seguinte com fotocópia do récépissé e uma foto. E eles me entregariam a nova bagaça na hora mesmo.

E eu acreditei, né, porque minha mãe sempre me disse que eu sou "tansinha" (linguajar catarina sem necessidade de tradução, hope so), que eu sempre acredito em todas as historinhas que me contam e tanta coisa mais (eu adoro a "quando a Daniella está indo, já está todo mundo voltando"). E então que chegou minha vez de voltar (à prefeitura) no dia seguinte. Esperei uma hora e meia na fila e... adivinhem. Fui atendida por uma pessoa diferente, com o humor do cão de zorba virada e com fome de foie gras. Expliquei todo o caso novamente, falei que tinha ido lá no dia anterior, que eu precisava viajar para Amsterdam (porque na França não vendem drogas em coffee shops: necessidade extrema!) e tinham me aconselhado renovar o récépissé porque ele estava próximo de vencer. Ela fez cara de "aham, aham, já sei de tudo, não precisa me contar porque eu não quero saber". Entreguei meu documento, a fotocópia dele e a foto. E ela me respondeu, com aquela cara sádica da administração francesa:

- Tudo certo. Você recebe o novo récépissé dentro de uma semana pelo correio.
- Você entendeu que eu preciso viajar para fora da França em três dias? (como assim, Bial?)
- Para onde mesmo você vai?
- Amsterdam, (já te falei mil vezes, sua vaca).
- Ah é? Iria, então. Não vai mais.
- Estou com passagens compradas, hotel reservado, é minha única semana de férias na universidade!
- Désolé, não posso fazer nada - e me devolveu um pobre xerox do meu antigo récépissé com um carimbo que dizia "Documento em fase de renovação. Original na prefeitura de Grenoble".
- E o que acontece se eu viajar com essa... coisa? (chutando o balde)
- Você não entra de volta na França e é deportada para o seu país.

Afinal, qual é a finalidade de um xerox do documento temporário quase vencido? Num intindi até agora. Sintam a ironia da situação: recebi um documento temporário do documento temporário. O primeiro já era um papelzinho meia-boca, o segundo era uma folha A4 toda amassada (que eu tive o prazer em transformar em uma bolinha bem compacta até dissipar toda a minha raiva). O que poderia vir depois? Um pedaço de papel higiênico?

Pra nos vingar, fomos, eu e petit-ami para Parrí. Ficamos quase uma semana, passeamos, aproveitamos, gastamos o que não tínhamos, fomos no show do Mogwai, do M83, e bebemos várias taças de vinho em homenagem à tiazinha que tentou arruinar minhas férias. E quando chegamos em casa, adivinhem o que nos esperava? Meu novo récépissé, com validade de mais três meses de espera até a chegada da carte de séjour, estampando como data de confecção aquele mesmo dia em que eu mandei a atendente da prefeitura de Grenoble tomar no cu. Em português, claro.

......................................................................

Minha mãe no msn, engraçadíssima: "Ué, tu não querias tanto ficar na França? Aproveita que agora tu não podes mais sair!"


Olha, tia da prefeitura, como tu me fez sofrer!

10 Comments:

  • At 12:45 AM, Blogger Chantinon said…

    Show do M83? Mogwai?
    Eu simplesmente odeio você! :)

    Se eu não suporto funcionário público aqui no Brasil, imagina um cara do país mais comunista do mundo que é a França :)

    Mas o negócio é isso ai mesmo... Eles tentam nos pisar, e caímos na farra assim mesmo :)

    Bjs

     
  • At 11:30 AM, Blogger Kallil said…

    HUAHUAHUAUUAHUAHAHAUHUAHUA
    O comentário da sua mãe foi o melhor! rs
    Linda foto! Bjão

     
  • At 9:07 PM, Blogger Criz Azevedo said…

    mais uma pérola da Sonia
    hahhahaha

    manda beijo pra ela, pois saí do orkut

     
  • At 9:10 PM, Blogger Criz Azevedo said…

    e esse cabelo emo do florent?
    não me diz que ele tá usando batom preto e pinta os mindinhos da unha com Rebu

     
  • At 12:19 AM, Anonymous Slevin said…

    Encontrei o blog através de cliques aleatórios (e uma certa curiosidade desenfreada) e me tornei fã! Escreves maravilhosamente bem. E com todo respeito ao namorado: és linda! :)

     
  • At 10:25 AM, Blogger márcia said…

    Oi Dani!!!

    Sou expert em problemas com a Prefecture e seus funcionários! Temos várias figurinhas a trocar!! Tem um resuminho da minha situação atual em:
    http://marciacera.blogspot.com/2008/10/pseudo-ilegalidade.html

    e já já viverei novas emoções! Mas no dia em que eu colocar as minhas mãos no meu titre de sejour.... hehehehehe

    bjos.

     
  • At 3:48 PM, Blogger Sônia said…

    Comecei a ler aquilo que eu já sabia(situação complicou,que mamma me ajude!).Melodramática...Mas o que mais me surpreendeu foi teus comentários a meu respeito---quem ler o blog vai pensar-pobre menina, com uma mãe dessas, nem Freud resistiria, ehehehhehe, mas o que Freud não sabia, porque ele não era mãe,que nós conhecemos nossas crias muito bem e que temos frases prá cada ocasião(aliás, estou com um estoque guardado).Beijos pra Cris.Saudades dos comentários dela.Minha linda, fala no teu próximo Blog, do meu imenso amor por ti---não será um blog e sim um livro.Bijos.

     
  • At 12:19 AM, Anonymous rafa said…

    dany, tu tem que seguir as minhas dicas de como tratar os franceses...

     
  • At 8:24 AM, Blogger Monica said…

    Bah, que m... Parece que a nossa vida gira em torno dessas porcarias desses papéis, não é mesmo? Quando não estamos juntando documentos para renovação, estamos esperando alguma coisa.
    Mas diz para tua mãe não te preocupar que a gente sabe que ela te ama e que essas coisas toda mãe diz (coisa mais querida ela!).
    Beijo

     
  • At 11:53 AM, Blogger RodOgrO said…

    hahahahahahahahah

    Adorei a solução "make the best of the situation". É isso aí, foda-se a tiazinha - Paris tbém não é nada mal para passar as férias, nénão??? ;P

     

Postar um comentário

<< Home