Ma vie en rose

De frente, de lado, de costas. En France.


terça-feira, agosto 28, 2007

Nosso fromage de cada dia

Os franceses tem uma paixao doentia pelos queijos. Eles comem queijo no café da manha, no almoço, no jantar e por aih vai. E, pasmem, aqui, queijo também é sobremesa. Ou seja, depois de eles se entupirem de queijo durante a refeiçao, eles ainda comem...apos a refeiçao. Para mim, isso nao eh nenhum problema, desde que nao seja fromage de chèvre: parece que eu estou comendo a propria cabra.
Recentemente encontrei um brasileiro que me contou que o roommate frances dele se ofendeu muito depois que meu conterraneo recusou um pedaço de queijo que lhe havia sido oferecido.
Exageros à parte (porque nos, latinos, adoramos um draminha - ninguém pode negar), convivo com esse comportamento queijolatra todos os dias. Meu namorado, frances, logo, tarado por queijo, precisa comer 876 tipos do laticinio por refeiçao. A geladeira nao tem mais espaço porque estah atrolhada de fromages, mas sempre que vamos no supermercado, ele me convence de trazer mais uns cinco, seis tipos. "Para tu experimentares", ele justifica.
Eis que voltavamos do Carrefour e desde que saimos do supermercado um cheiro terrivel nos perseguia. Como era sabado e todas as maes resolvem passear com suas crias no final de semana, comecei a especular que uma criança havia feito coco nas calças. Alguns metros depois, o cheiro continuava ao nosso redor. "Nao fui eu." "Nem eu." Na parada do tramway, o odor aumentou. Olhamos debaixo dos pés. Nada. Ateh que abrimos a mochila e desvendamos o mistério: um camembert fedorentissimo mimetizava coco de neném. Pior: nos pagamos por ele! Depois de algumas tentativas inuteis de convencer meu namorado jogar o queijo no lixo, o camembert veio, bem feliz, fedendo pra casa conosco. E permanece fedendo ha duas semanas e infectando o apartamento inteiro cada vez que a gente abre a porta da geladeira. Eu jah tentei de tudo, ateh greve sexual, em vao. Florent me ameaça de morte quando ele percebe que a permanencia de seu camembert neste recinto corre perigo. Nao especulem se ele prefere o queijo a mim. Porque ele jah me respondeu.

6 Comments:

  • At 10:55 AM, Blogger Christophe said…

    De qualquer forma o camembert é bom quando ele anda sozinho no prato ;-) O cheiro é um pouco difícil mas o gosto é muito bom :-D Concordo que precisa se acostumar desde pequeno a esse tipo de gosto porque senão parece demais forte. Cada region da Franca tem suas especialidade em queijos ... tu tens que fazer a volta da Franca para provar todos ;-)

     
  • At 11:07 AM, Blogger OgrO said…

    hahahahahahahahahahah

    Mas também, você quer se comparar logo com queijo?

    EI!!! Será que sou Francês e não sabia????????

     
  • At 11:12 AM, Blogger Criz Azevedo said…

    vou parar de reclamar do Pedro no banheiro.

     
  • At 3:53 PM, Anonymous sophia said…

    eh soh jogar fora um pouquinho por dia do queijo e dizer que tu comeu em um delicioso omelete.. soh periga ele comprar mais, jah q tu gostou tanto...

     
  • At 4:16 PM, Blogger Trevas said…

    Dany, tem alguém da produção da Globo lendo teu blog. No mesmo dia em que reclamas do camembert, o Jornal Hoje faz uma matéria sobre a nova guerra da região da Normandia por causa do jeito tradicional de fazer esse queijo fedorento. Eu começava a cobrar pelas sugestões de pauta. hahahaha Bjs

     
  • At 7:05 PM, Blogger Lu Thomé said…

    Meu Deus! E pensar que eu reclamo dos chocolates do Mr. Flag - hehehehehehehehe... E, pelo jeito, não me daria bem na França. Ou teria que comer queijo na marra - hehehehe... Beijos!!!!

     

Postar um comentário

<< Home