Ma vie en rose

De frente, de lado, de costas. En France.


domingo, janeiro 28, 2007

Coisa de pobre

Meu irmão parou o carro na frente de uma lotérica e disse que íamos ficar ricos.
- Vamos jogar.
Antes que eu pudesse chegar até a porta do local, ele, que já estava dentro, virou-se, pestanejando todos os impropérios do mundo, e me puxou pelo braço de volta para a rua.
- Vamos embora.
Sem entender nada, dei meia-volta enquanto buscava alguma explicação, a qual, vinda do meu irmão, em nada me surpreendeu.
- Prêmio de 4 milhões eu não quero. Quero 30, 40 milhões. Ganhar 4 milhões é coisa de pobre.

...

Nos últimos Natais:
- Fê, o que tu queres de presente de Natal?
- Quero dinheiro.

No aniversário de 2005:
- Fê o que tu queres ganhar de aniversário?
- Dinheiro.

Na Páscoa:
- Fê, que chocolate tu queres ganhar?
- Não quero chocolate. Me dá dinheiro.

No último Natal, por telefone:
- Esse ano, o que te dou de presente?
- Tu sabes o que eu quero, não preciso nem te dizer.
Minha mãe, ao fundo:
- Eu não agüento mais essa mesma conversa! Chega! Chega dessa palhaçada dinheiro, guri mercenário!

4 Comments:

  • At 11:05 PM, Blogger gabivoskelis said…

    pra mim um milhão já tava bom. eu seria uma pobre bem feliz!

     
  • At 11:06 PM, Blogger gabivoskelis said…

    aliás, eu sempre ganho dinheiro da minha vó!!! mas acho que preferia ganhar chocolate na páscoa e sapatos no natal...

     
  • At 10:08 PM, Anonymous Demon said…

    hahahaha..
    e não é verdade?
    ficar mais de 15 minutos na fila pra ver se eu vou ganhar 4 milhões...
    não não, isso nem quero!
    e não sou mercenário, apenas quero dinheiro!
    =DDD

    ah, ta na hora desse teu blogger aqui começar a render algo, não acha?

    =****

     
  • At 6:49 PM, Blogger OgrO said…

    Olha, sabe que cada vez simpatizo mais com teu irmão? Isso não é ser mercenário nada, é sobrevivência!

     

Postar um comentário

<< Home